Partilhar. Ideias, reflexões, impressões, viagens, livros, músicas... Este blog não é mais do que isso!! Um bocadinho de mim :)

.Pipoquices Recentes

. Dia dos Avós 2012

. E parece que...

. Era só isto...se faz favo...

. Nostalgia

. Gosto, pois gosto!

. La Vida es un Carnaval

. Feliz pelos Egípcios...

. FCUL....a minha FCUL!

. Abarcas

. A minha rua

.Baú de Pipoquices

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Janeiro 2012

. Dezembro 2011

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

. Agosto 2010

. Julho 2010

. Junho 2010

. Maio 2010

. Abril 2010

. Março 2010

. Fevereiro 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009


Quinta-feira, 26 de Julho de 2012

Dia dos Avós 2012

Precisava de uma desculpa para escrever aqui. Um motivo. Uma razão.

Ei-la aqui. O Dia dos Avós.

Para mim, este dia nada tem de especial, até porque só o conheço há 2 ou 3 anos.

Não preciso de dias especiais para recordar ninguém, ou para oferecer algo a alguém.

O meu coração, é dos meus Avós 365 dias por ano.

 

Só tenho, actualmente, dois avós. Um avô e uma avó.

O meu outro avô faleceu há 12 anos, e a minha querida Avó Mimi faleceu há menos de 6 meses :(

 

Para além de ter que agradecer muito daquilo que sou aos meus Avós, vivo inundada de nostalgia de tantas e tantas coisas que aprendi com eles, que vivi com eles, que conheci com eles, que descobri com eles.

Recordo-me dos fatos de bonecas que a minha avó Mimi carinhosamete me fez.

Vivo com saudade do sabor dos Marujinhos que comia na loja onde o meu avô trabalhava.

Penso tantas e tantas vezes nos Verões quentes de Santa Cruz, onde acampava com os meus avós maternos. Nunca mais comi saladas de tomate com o mesmo sabor....nem frangos assados....

E o walkman amarelo que o meu avô Lã meu deu? E as tardes que passei na pesca com o meu avô Gaguê?

Ohh....e as tardes que passei a brincar com a minha avó Mimi na sua casa da costura? Quem me dera a mim, ter uma casa da costura!!!!!

E todas as vezes que subi ao ponto mais alto do quintal da minha avó Rá, com ela ou com o meu avô? E acreditem que para se chegar ao ponto mais alto, há muiittooo a subir!

E tanta coisa que aprendi, mas tanta....desde orações, a jogos de cartas, dominó, damas, a prova dos 9. E tantos valores....a cordialidade, a delicadeza, a boa educação em geral.

 

Os meus avós eram avós com tempo. Infelizmente, hoje em dia os avós reformam-se cada vez mais tarde....somos todos obrigados a trabalhar mais horas, mais tempo, até à velhice.

Roubam-nos tempo como Mães, como Pais e como Avós.

 

Quero muito, apesar da distâcia física que me separa de pais e sogros, que o meu Bebé goste tanto dos seus avós, como eu gostei e gosto dos meus.

De todos, sem excepção. Impossível escolher o preferido.

Só queria que todos fossem eternos...e podiam parar naquela idade "boa" de 60/65 anos. Em que ainda têm agilidade e destreza física e mental.

Queria tê-los ainda comigo a todos...e de certa maneira tenho.

Porque não há um dia....nem um único dia que não pense e/ou fale neles.

 

Portanto....para TODOS os meus AVÓS, um dia Feliz.

Independentemente do sítio onde estão, no meu coração, permanecem de pedra e cal.

 

Obrigada por tudo Avó Mimi, Avô Gaguê, Avó Rá e Avô Lã!

 

Um beijinho e um abraço apertado para os Avós do Bebé Lourencinho :))))

 


publicado por Pipoca às 17:39

link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 22 de Outubro de 2011

E parece que...

....já quase a entrarmos no mês de Novembro, o Outono lá decidiu chegar...

Este "fresquinho" até me sabe bem!

 

tags: ,

publicado por Pipoca às 23:07

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

Quarta-feira, 18 de Maio de 2011

Era só isto...se faz favor...

 

 

 

Nem mais, nem menos.


publicado por Pipoca às 20:49

link do post | comentar | favorito
|

Terça-feira, 3 de Maio de 2011

Nostalgia

Guardo, com muitas saudades, as belas tardes e noites que passava no Parque Infantil, em criança.

Um Parque Infantil à séria. Ao estilo de "Anita no Parque". Muitos baloiços, escorrega gigante, criançada até mais não, pais sentados nos bancos à volta. A envolvência desse Parque, era fantástica. Um enorme jardim, com direito a lago com patos e tudo.

Que saudades!!!

O que é feito desses parques infantis?

Com escorregas de metal, altos como se querem.... Com o chão em terra, como um verdadeiro parque. Com baloiços de madeira gasta pelo tempo e correntes antigas. Com os cavalinhos a andar à volta, vezes sem conta ao domingo. Com o bacalhau, para cima e para baixo, mesmo com a madeira quase a estalar e a tinta a sair. Com pais sentados, à espera da primeira esfoladela.

 

Agora, peca-se por excesso de zelo. E peca-se, porque perdeu toda a piada.

O chão é em pavimento de segurança xpto, almofadado.

Os baloiços nada têm que ver com os do meu tempo.

Os escorregas têm metade da altura e consequentemente metade da graça.

As tintas são "amigas da criança", não vá o menino querer pôr o baloiço na boca!!

Talvez até haja por aí parques infantis, com enfermaria incluída, para a criancinha que esfrega os joelhos no chão.

 

Concordo, evidentemente, com algumas destas questões de segurança...

Mas eu andei nos escorregas gigantes (e descia de cabeça para baixo quando me lembrava!), dei balanço a baloiço com correntes cheias de ferrugem, coloquei certamente as mãos na boca depois de tocar na tinta que saltava dos cavalinhos, esfolei joelhos, e braços, e queixo...e estou aqui!!! Com saudinha, como se quer :)

 

 

Aiiiii.... Oh tempo volta para trás....

 


publicado por Pipoca às 21:23

link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Terça-feira, 19 de Abril de 2011

Gosto, pois gosto!

Pode parecer foleiro, campónio ou demasiado rural...mas eu gosto de piqueniques :)

É certo que não os faço frequentemente, com alguma pena, mas gosto do espírito.

Umas sandochas, uns Caprissones, uma frutinha fresca, um livrinho para ler.

 

Venha o Verão!!

 

Este ano, hei-de piquenicar, nem que seja só uma vez!!!!

 


publicado por Pipoca às 22:02

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

Terça-feira, 8 de Março de 2011

La Vida es un Carnaval

 

 

E para assinalar a 3ªfeira de Carnaval, fica uma das minhas músicas preferidas de Cuba.

La vida es un carnaval...é este o espírito dos cubanos - "no ha que llorar, que la vida es un carnaval, es mas bello vivir cantando"
:)


publicado por Pipoca às 23:21

link do post | comentar | favorito
|

Sexta-feira, 11 de Fevereiro de 2011

Feliz pelos Egípcios...

 

Está quase a fazer 7 anos que estive no Egipto.

Foi a primeira viagem que fiz de avião, e a primeira que fiz com o F.

Motivos suficientes, para a considerar especial!!

Ao chegar ao Egipto, mais concretamente a Hurghada, é quase impossível gostar do que se vê, às primeiras impressões...

Tudo é "estranho"...os cheiros, as pessoas, as ruas, os edifícios...

Mas, parafraseando Fernando Pessoa, "primeiro estranha-se, depois entranha-se"....e é bem verdade!

Ao fim de uma semana, custou-nos despedir do povo e da cultura egípcia.

Tivemos oportunidade de falar com alguns egípcios, e perceber as fracas condições de vida que tinham.

As dificuldades que atravessavam no seu dia-a-dia.

E é por isso, por ter lá estado e ter visto com os meus olhos, uma realidade que tem tanto de assustadora como de encantadora, que HOJE estou muito feliz por todos os Egípcios, depois de ter sabido da demissão de Mubarak.

Espero, sinceramente, que consigam agora passar a viver com a dignidade que merecem.

Talvez um dia volte, para ver com os meus olhos, as mudanças que se avizinham!!

 

 

Salam Aleikum!!!


publicado por Pipoca às 20:43

link do post | comentar | favorito
|

Quinta-feira, 21 de Outubro de 2010

FCUL....a minha FCUL!

Numa gavetinha da minha memória (e noutra do meu coração) guardo a FCUL.

Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

Quando vim para a faculdade, foi para lá que entrei, para Matemática Aplicada à Estatística e à Investigação Operacional.

Cheia de expectativas e planos. Cheia de entusiasmo e algum receio.

Foi assim que vim!!

Depois de 3 anos, vim a perceber, que apesar de tudo, aquele não era "o curso"! Não me identificava totalmente, e acabei por mudar...

Apesar disto tudo...e enquanto percebia que "Ah e tal, isto talvez não seja para mim...", fiz amigos e conheci pessoas que jamais irei esquecer.

Pessoas que me acompanharam 3 anos da minha vida. E não foram 3 anos quaisquer.. Foram os meus primeiros anos num mundo novo e desconhecido.

Conheci pessoas que me ajudaram a formar como pessoa. E com quem aprendi muita coisa.

Pessoas das quais "trouxe" um bocadinho delas, para aquilo que sou hoje.

Foram tempos muuiiitttooo giros....Mifas, Zina, Kiki, Cat Costa, Tiaguinho, Cátia, Cocas (Mónica), João, Cocas (Huguinho), Cristina, Pedro André, Namec, Lúcio, Kruger, e taaantoooss outros.

 

Para matar parte da saudade que sinto desses tempos (da esplanada do C5, das aulas no 3.2.14, dos ensaios da Tuna, do Prof. Miguel Constantino, de I.O. que eu tanto gostava, de olhar para as pautas e ver que a nota mais alta era um 7, e tudo e tudo...), deixo-vos uma musiquinha da Vicentuna....

Para sempre, a minha Tuna preferida :))

(e quase choro, quando falo na FCUL e penso como fui feliz por lá!)

 


publicado por Pipoca às 22:30

link do post | comentar | favorito
|

Sábado, 18 de Setembro de 2010

Abarcas

 

Fiquei Tão Arrependida de não ter trazido umas abarcas menorquinas :((

Este é o calçado mais usado em Menorca, por homens, senhoras e crianças.

Têm um ar confortavelmente descontraído....

Mais uma razão para voltar lá......ir comprar umas abarcas!!!


publicado por Pipoca às 18:40

link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|

Quinta-feira, 16 de Setembro de 2010

A minha rua

Até vir estudar para Lisboa, morei na "terrinha"!

Nasci e cresci numa rua. Não numa avenida, nem numa praceta, como aqueles que cresceram na cidade.

Nessa rua, as crianças brincavam sozinhas, sem medos de raptos, atropelamentos, ou roubos.

Não era necessário o olhar constante de um adulto.

Brincávamos ao elástico, às escondidas e à Mamã-dá-licença.

Os carros passavam devagar.

Nessa rua, éramos felizes. Todos!

Os vizinhos eram quase família (alguns eram mesmo primos!), daqueles a quem vamos mostrar os sapatos novos, assim que os compramos.

Nessa rua, podíamos ir pedir cebolas ou azeite, quando não tínhamos. E que mal tinha?

Nessa rua, os carros eram estacionados à porta dos respectivos donos, sem preocupações de parquímetros ou falta de estacionamento.

Nessa rua, éramos felizes. Todos!

Nessa rua esfolei joelhos, braços e canelas.

Caí e levantei-me. Chorei e ri. Aprendi a andar, a correr, a saltar.

Nessa rua fiz amigos que mantenho hoje, e hei-de manter para sempre, concerteza.

Nessa rua havia crianças felizes. Que iam a festas de anos umas das outras. Que faziam barulho, a brincar e a "brigar".

Nessa rua, éramos felizes. Todos!

 

Depois dessa rua, já morei em tantas outras....Tantas!

 

Mas essa rua, é para mim "A" rua!

Aquela que, há-de ser sempre minha de alguma maneira e que guardo com muito carinho numa caixinha de memórias, dentro do meu coração!

 

(e a rua lá continua, mas....não é a mesma coisa....)

 

 

 


publicado por Pipoca às 21:21

link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Agosto 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9
10
11

12
14
15
16
17
18

19
20
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


.tags

. todas as tags

.Quantos já se perderam por aqui?

blogs SAPO

.subscrever feeds